Pedro Lima em entrevista à Meritis

Sócio fundador da Meritis tem novo projecto 2014/12/04

O ex modelo e agora actor é uma das caras mais conhecidas da TV portuguesa.

Antes, porém, foi um nadador de mérito reconhecido tendo, inclusive, representado o seu país natal (Angola) nas Olimpíadas de Seul (1988) e Barcelona (1992).
Pedro Lima, sócio fundador da Meritis, tem na bagagem um “Curriculum” invejável na área da representação e foi um dos grandes impulsionadores para que a nossa associação não se dedicasse somente ao desporto, mas tivesse uma intervenção no campo das artes e da cultura.

Com novos e desafiantes projectos para este final de ano e também 2015, o Pedro tirou uns minutos e respondeu-nos com algumas curiosidades.

Quando eras criança quais os teus maiores sonhos?

“Não tenho grandes memórias dos sonhos de criança. Vagamente, recordo-me de ambicionar ser jogador de futebol. Mas o meu sonho esbarrava na certeza que o meu pai tinha da minha total falta de talento! Mais tarde, já adolescente, nasceu em mim a ambição de ser actor mas nunca a partilhei com ninguém… Talvez por falta de coragem!”

Onde achas que um “empurrão” como a Meritis pretende dar a muitos jovens, poderia ter ajudado a tua vida? Quais foram as maiores dificuldades?

“Uma das principais razões para me juntar a esta missão foi acreditar que há demasiado talento desperdiçado em Portugal.  Não me considero um actor com um talento evidente como o que se pode encontrar em alguns colegas meus. Sempre acreditei mais na minha capacidade de trabalho como o caminho mais seguro para alcançar um bom desempenho. Nesta lógica, talvez eu não fosse o modelo de talento que a MERITIS procura identificar, apoiar e promover.”

Como sócio fundador da Meritis terás, por certo, uma área com a qual te identificas mais. O que gostavas, ou quem gostavas de apoiar a curto/médio prazo?

“A música, a dança, as artes plásticas e o desporto são as áreas em que o talento se pode revelar mais cedo. Mas, uma vez que o desportista tem um tempo de vida útil mais curto, penso que gostaria de apoiar talentos desportivos. Com idade mais avançada gostaria que a MERITIS apoiasse, por exemplo, aqueles cantores que surgem de repente na tv com muito talento e com potencial para fazer carreira na música, só que nem qualquer ideia sobre o caminho a seguir…”

Fala-nos dos teus próximos projectos…

“Estreio a 5 de Dezembro (amanhã), no teatro Joaquim Benite em Almada, o espectáculo KILIMANJARO, a partir de Ernest Hemingway. Também no início de Dezembro começo a rodar a nova novela da TVI-A ÚNICA MULHER.”

.